Inovação – A chave dos negócios

Publicado: 29/03/2007 em Artigos

Fonte: HSM

Se a informação, a competência e a tecnologia estão se tornando commodities, o que vai fazer a diferença? A resposta está em como convertemos estes elementos em valor, pois é nessa situação que a criatividade e a inovação são fundamentais.

No futuro, a criatividade será a chave dos negócios.

Segundo minhas experiências, muitas organizações operam com base na manutenção, o que significa continuidade e resolução de problemas, continuar fazendo o que se fazia ontem, da mesma forma: e quando há algum problema, resolve-se e segue-se adiante. Esta é a estratégia comum adotada pela maioria das organizações.

Antes, a eficiência e a resolução de problemas bastavam, mas agora já não é suficiente. E bastava porque a eficiência, a utilização de recursos e o capital mantinham o crescimento da linha de base econômica. Quando tínhamos um problema, resolvíamos e seguíamos adiante. Como uma família que cria um bebê e lhe dá proteção e alimentação, e se o bebê adoece a família chama o médico que resolve o problema. E uma vez resolvido o problema o bebê segue crescendo. Hoje, a linha de base pode ser plana porque há mais pessoas gerando bens e serviços com eficiência. Claro que em alguns casos essa linha pode estar decrescendo, pelo próprio fato de estarmos limitados a ser eficientes e a resolver nossos problemas.

A eficiência e a resolução de problemas continuam sendo tão importantes como sempre foram, mas já não alcançam resultados positivos somente por si. São necessários conceitos, criatividade e estratégia. No futuro, as três coisas que vão importar no mundo dos negócios são: competência, capital e criatividade.

Por que precisamos de criatividade? O que é a criatividade? Como a obtemos?

Por que a criatividade é necessária?
Há dois tipos de criatividade. O primeiro é chamado de manutenção, sabemos aonde queremos ir e queremos encontrar uma maneira melhor para chegar a esse ponto. Em compensação, no segundo tipo queremos fazer outra coisa, fazer algo diferente.

Fazer algo melhor pode significar um custo menor, menos erros, mais eficiência, mais simplicidade no processo e mais qualidade. Mas para isso a criatividade e fundamental. A melhora é a chave e significa considerar o que se está fazendo e idealizar maneiras para superar resultados anteriores.

Nas culturas ocidentais, quando uma situação é considerada problemática, diz-se: isso é um problema, isso é um defeito, isso está ruim, isso tem um custo muito alto, vamos corrigir! Em outras palavras, as melhoras são consideradas resoluções de problemas. Porém, isso é somente um dos usos da melhora.

Por outro lado, os japoneses tradicionalmente dizem “ isso está bom, está maravilhoso, mas mesmo assim vamos fazer melhor”. E é aqui que reside uma enorme diferença: a melhora não é somente uma resolução de problemas, a melhora não é somente corrigir o que está ruim. A melhora pode incluir coisas que estão bem e encontrar uma maneira muito melhor de realizá-las.

No ano passado estive na África do Sul e palestrei à gerência sênior de uma empresa de mineração muito importante. No final do dia, um engenheiro chefe disse-me “como resultado de seu seminário, achamos que temos uma nova maneira de extrair carbono. Uma maneira nova que pela primeira vez, em 80 anos, vamos experimentar e nos ocasionará um grande aumento na produção”. Depois de um mês eu soube que graças à nova técnica, extraíram 20 mil toneladas de carbono à mais por semana. Este é um exemplo de como, a partir de situações que não são problemáticas, se pode conseguir importantes lucros.

Criatividade e informação
A criatividade também é necessária quando se trabalha com a informação. Normalmente, achamos que se adquirirmos informações suficientes elas vão pensar por nós. E assim, à medida que cresce o nosso acesso a elas por meio da internet, por exemplo, acabamos achando que a única coisa de que precisamos é encontrar mais e mais delas.

Se você acredita que vai obter uma informação completa para poder pensar, pode esquecer, a possibilidade de que isso ocorra é mínima. Sendo assim é melhor começar a pensar de todas as maneiras. O que é que vai importar no futuro? Como é que se usa a informação de forma que gere valor? A informação é de extrema importância, mas o mais importante é como combiná-las para atingir um resultado mais positivo. Algumas pessoas acham que se analisarem as informações obterão novas idéias. Ledo engano! Se você analisa a informação, isto lhe permite eleger uma de suas idéias padrões para aplicar, e muitas vezes combinamos duas idéias, mas a análise das informações não vão gerar novas idéias. Por que? Por que o cérebro está preparado somente para ver aquilo para o qual foi preparado para ver. A não ser que você tenha preparado a idéia em sua mente, não vai conseguir vê-la na informação. Então, coisas como a exploração, o aproveitamento dos dados e as múltiplas correlações vão dar somente uma parte do valor disponível à informação que por si só, sem idéias, fica debilitada. Mesmo que de extrema importância, a informação não pode substituir as idéias. Precisamos de informação? Sim. Mas só obter mais e mais informações não é o suficiente.

A informação, a competência e a tecnologia estão se convertendo em commodities. Se todas essas coisas se convertem em produtos básicos, o que é que vai fazer a diferença, então? A resposta está em como convertemos estes elementos em valor, pois é em uma situação assim que a criatividade e a inovação se convertem em elementos primordiais.

Edward de Bono é reconhecido internacionalmente como a maior autoridade em Criatividade e Inovação da atualidade. É o criador de conceitos práticos e revolucionários que têm proporcionado melhorias significativas na performance de milhares de executivos e empresas em todo o mundo como Dupont, 3M, Citibank, Saatchi & Saatchi e NTT DoCoMo. Ele estará no Brasil no dia 29 de abril para proferir a palestra “O Poder da Criatividade e da Inovação”, a convite da HSM Eventos Internacionais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s