Quebec busca profissionais de TI

Por Maurício Renner
 
A província canadense do Quebec está de portas abertas para profissionais de TI brasileiros decididos a emigrar.

Fonte: Baguete – 30/05/2008

Para candidatar-se é necessário ter diploma superior reconhecido na área pelo governo local, conhecimento intermediário da língua francesa e experiência profissional comprovada. Idade até 35 anos é preferencial.

“Indicamos as vagas, auxiliamos na elaboração de currículos e de cartas de apresentações. Inclusive preparamos o candidato para entrevistas”, revela Soraia Tandel, diretora do escritório de imigração do Quebec em São Paulo.

Soraia destaca que com um intensivo de 150 horas já é possível ter o conhecimento de francês exigido e que, uma vez em solo canadense, os selecionados terão outras mil horas de aulas do idioma.

O curso faz parte de uma política de incentivo à imigração, que já levou 1,5 mil profissionais brasileiros de diversas áreas para a região. Ela ínclui perfis nas áreas de Humanas, Exatas e Saúde.

O imigrante tem direitos trabalhistas, como assistência médico-hospitalar, previdenciária e até 14 salários/ano, entre outros benefícios extensivos também a familiares (esposa e filhos). Após três anos de residência, é possível solicitar a nacionalidade canadense, que permite manter o passaporte brasileiro.

Os cerca de 12 mil profissionais que trabalham na área de TI no Quebec têm salários que ficam na casa dos R$ 41,6 por hora para iniciantes, entre R$ 56 e R$ 64 para nível médio e acima de R$ 72 no topo. A jornada de trabalho é de sete horas diárias.

A taxa de inscrição no processo seletivo é de R$ 624, mais R$ 240 pela esposa e cada filho, se houver. O site relacionado Emploi Quebec disponibiliza um teste online para quem quer averiguar se tem o perfil. “Mais de 90% dos que se apresentam são aprovados”, afirma Soraia.

Há motivos para tanta receptividade aos imigrantes. A província canadense, com uma área equivalente a região Sul do Brasil mais Rio de Janeiro e São Paulo, tem 7,5 milhões de habitantes, uma densidade populacional de 5,4 por quilometro quadrado, ligeiramente inferior à do Pará. “A falta de população entrava o crescimento da economia”, resume Tandel.

Também há motivos políticos. Com 80% da população de origem francesa – duas vezes chegou a ser votada uma possível separação do Canadá, com derrotas apertadas para os separatistas –, o Quebec tem no francês seu único idioma oficial.

Há temor que a identidade cultural da região se perca, frente aos 35 milhões de falantes do inglês no Canadá e aos 270 milhões dos Estados Unidos.

Maiores informações:

Link: Baguete

1 comentário

  1. estrondo · junho 4, 2008

    meu sonho é morar no canadá

    http://estrondo.wordpress.com/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s